703 Shares 3774 views

Macarrão de variedades de trigo sólido: propriedades úteis. Macarrão de trigo duro: teor calórico

Macarrão de trigo duro Tornou-se conhecido no mundo graças aos italianos. Verdade, há uma opinião de que eles não foram inventados de forma alguma na península dos Apeninos, mas na China distante, e chegaram à Europa graças ao viajante Marco Polo. De qualquer forma, as vantagens deste produto foram apreciadas: atualmente, a média italiana consome cerca de 26 kg de macarrão por ano. As conquistas dos russos são muito mais modestas. Como isso é explicado? Em primeiro lugar, o fato de que em nosso país este produto precisa de reabilitação. Mesmo na era soviética, o macarrão tornou-se um símbolo da crise e associado à pobreza. Eles eram baratos e podiam ser armazenados por um longo período de tempo, então eles foram abastecidos antecipadamente. Preparado como macarrão, como regra, sem folhos especiais. E eles, infelizmente, realmente contribuíram para a completude, pois foram feitos de farinha de baixa qualidade.


Características das matérias-primas

Hoje em dia, este produto está sendo gradualmente reabilitado, principalmente graças à moda para a culinária italiana. Já se provou que as macarrão a partir de trigo duro Quando preparado corretamente, não prejudique a figura. Além disso, são até mesmo utilizados na alimentação alimentar. Mas o que se entende pelo termo "notas duras"?

O fato é que uma cultura agrícola generalizada – trigo – é dividida em suave e dura. O último em nosso país é cultivado nas regiões de Orenburg e Saratov, bem como no Altai. Apenas esse trigo é adequado para fazer farinha de macarrão, uma vez que contém uma alta porcentagem de glúten e nutrientes. O amido, que é parte de sua composição, tem uma estrutura cristalina que não se quebra durante a moagem ou durante a cozedura. Macarrão de trigo duro São produtos alimentares facilmente assimilados e fornecem energia permanente ao organismo humano.

Qual é a razão da complexidade da "reabilitação" da macarrão na Rússia?

Como já mencionado, em nosso país As massas de variedades de trigo duro são produzidas em quantidades muito pequenas. Isso é explicado pelo fato de que o custo das matérias-primas é razoavelmente alto e os preços de compra dos grãos não se adequam aos agricultores. Além disso, o trigo duro exige condições climáticas especiais, e o processo de processamento é complicado e laborioso. É por isso que a massa de alta qualidade, vendida em lojas domésticas, é principalmente de origem estrangeira e não é tão barata como gostaríamos. Mas ainda assim eles deveriam ter preferência, mesmo que não fervem e provem, do que as analogias russas não podem se vangloriar.

Uma escolha com conhecimento do assunto

Para não desperdiçar dinheiro, é preciso ter uma idéia da diferença entre macarrão de variedades de trigo duro e produtos de menor qualidade. Primeiro, um bom produto nunca é vendido em peso. Procure por feixes com uma "janela" transparente. Em segundo lugar, tenha em mente que a massa correta é preparada a partir da farinha e da água de maior grau. Para criar produtos coloridos use corantes naturais (por exemplo, suco de beterraba). A presença de outros ingredientes é indesejável. Na embalagem, deve-se escrever que os produtos são feitos de farinha de trigo "Grupo A" ou pertencem à "1ª classe". Também um bom sinal são as seguintes inscrições: "Durum" (Durum), "semolina di grano duro". E, finalmente, uma boa recomendação é a garantia do fabricante de que a massa "é feita exclusivamente a partir de trigo duro". Os produtos do grupo B (de trigo mole) e B (de farinha de assar) devem ser evitados: são inúteis.

Definição de qualidade em aparência

Tudo o que foi escrito na embalagem, antes de comprar macarrão a partir de trigo duro, você deve avaliá-los "por olho". Os produtos realmente de alta qualidade são muito elásticos: eles se dobram facilmente, mas não é tão fácil quebrá-los. Certifique-se de que não há macarrão em pó na embalagem (caixa): a fragilidade indica matérias-primas de baixo teor. Os produtos, independentemente da forma, devem ser suaves e uniformes. Sua cor pode variar de cremoso a amarelo âmbar. Se a massa estiver muito clara ou suja, ao fazê-las, com certeza, a farinha foi usada a partir de variedades macias ou mesmo farinha de assar comum. A cor amarela demais dos produtos dá o uso de corante. No exterior, a popular pasta de cores é popular: muitas vezes é comprada para crianças. Mas eles são preparados com substâncias corantes naturais: suco de espinafre, beterraba ou cenoura, açafrão. É claro que todos esses aditivos devem estar listados na embalagem na seção "Composição". Quanto às inclusões "suspeitas", não há necessidade de temer pontos escuros na massa: estes são apenas os restos do envelope de grãos. Mas a presença de brancos indica que na primeira fase de preparação do produto, a massa estava mal misturada.

Diversidade de espécies

Os italianos distinguem uma grande quantidade de variedades de macarrão. Eles são classificados na forma. Sem entrar em detalhes, considere alguns dos tipos mais populares de macarrão. Macarrão de variedades de trigo duro pode ser longo (espaguete, bukattini, fettuccini, tagliatelle), curto (penas, vermicelli, chifres), figura (asteriscos, farfalle, conchas). Também distinguir produtos de sopa. Eles, em regra, têm a forma de rodas, cordões, grãos de arroz e têm a capacidade de não serem fervidos durante muito tempo, apesar do tamanho reduzido. Uma boa massa para a sopa não se mantém unida e não nubla o caldo. Finalmente, vale a pena mencionar produtos para enchimento ou assar. Estes são canelões (túbulos de grande diâmetro), conchas gigantes e folhas de lasanha. Tal macarrão não é pré-fabricado: eles se amolecem diretamente no forno, mergulhando no suco do enchimento. Todos os produtos acima diferem um do outro apenas na forma, mas não no conteúdo.

Macarrão de trigo duro: propriedades e conselhos úteis Pelo uso

Bodybuilders e atletas envolvidos em esportes cíclicos confirmarão que macarrão devidamente preparado contribui para a restauração de reservas de energia corporal e (se desejado) para aumentar o volume muscular. Como é sabido, os macarrão consistem principalmente em carboidratos "lentos", que são absorvidos gradualmente por uma pessoa e proporcionam uma agradável sensação de saciedade. Portanto, eles podem ser usados para perda de peso (neste caso, uma dieta específica é combinada com esforço físico). Os Bodybuilders usam macarrão na fase de ganho de massa (muscular, é claro), e ciclistas, corredores e esquiadores depois que as competições devem visitar a "pasta-festa" para compensar as reservas de energia. Os nutricionistas recomendam comer refeições ricas em carboidratos pela manhã.

Macarrão de trigo duro : calorias (calorias, proteínas, carboidratos, gorduras)

Massas de alta qualidade contém cerca de 70% de carboidratos e mais de 11% de proteínas vegetais, bem como um pouco de umidade e uma porcentagem muito pequena de gordura. Quanto mais proteína, melhor (12-15% – a figura ótima, 10% – muito pouco). A massa seca é alta em calorias (até 350 kcal por 100 g de produto), o valor alimentar de cozido é muito menor (até 125 kcal / 100 g).

Vale ressaltar que as propriedades úteis anteriormente descritas da pasta são explicadas pelo seu baixo índice glicêmico. Mas se você cozinhar por muito tempo, a estrutura de cristal do amido começará a quebrar, e o IG aumentará. Isso levará ao aumento do açúcar no sangue, o que não é desejável. Além disso, macarrão digerido contribui para a obesidade.

Note-se que a massa de trigo duro tem uma vida útil limitada. Os produtos sem aditivos devem ser consumidos dentro de dois anos, e coloridos – dentro de um ano. O fato de a massa ter agredido, mostra seu sabor amargo.

Características da preparação

E, finalmente, a receita mais simples . Os macarrão cozidos a partir de variedades sólidas de trigo são preparados da seguinte forma: em água fervente (da taxa de 1 litro por 100 gr de massa) adicione um pouco de sal e uma colher de azeite. Em seguida, despeje a massa. O tempo de cozedura deve ser inferior ao indicado na embalagem. É importante atingir o estado de "al dente" ("nos dentes"). Pasta cozida dessa maneira, será um pouco mais difícil do que costumávamos, mas trará muito mais benefícios.