546 Shares 4316 views

Semáforo verde, seta verde: regras, características

É difícil imaginar como os moradores das megacidades administrariam sem esses carros que são habituais para nós agora. Eles já estão em cada família, e em alguns é impossível viver sem dois ou três carros. E isso não é surpreendente, porque todos os dias temos que visitar lugares diferentes nas cidades quase simultaneamente. Tal fluxo de carros nas estradas da metrópole deve obedecer a regras claras, caso contrário, todo o movimento se transformará em caos. Um dos mais importantes controladores de tráfego, que todos os motoristas devem obedecer, é o semáforo.


O que é um semáforo?

Um semáforo é um dispositivo que, por meio de sinais de luz, regula o fluxo de tráfego. Pode não ser apenas carros, os semáforos estão sujeitos à água e ao transporte ferroviário.

O próprio nome desse dispositivo familiar veio da língua grega e, literalmente, significa "carregar luz".

De onde veio o semáforo?

O primeiro semáforo apareceu há cento e cinquenta anos. Seu inventor foi um engenheiro britânico que passou toda a vida desenvolvendo semaforos para ferrovias. Portanto, não é surpreendente que o primeiro semáforo tenha sido quase uma cópia completa do semáforo ferroviário. Ele teve várias flechas, que foram postas em movimento com a ajuda de um homem. À noite, quando o atirador não era visível, o semáforo se transformou em uma lanterna a gás. A lanterna era de duas cores, naquela época os sinais habituais de vermelho e verde foram consertados. Mais tarde, eles se tornaram a base para semáforos automáticos.

Os primeiros semáforos automáticos

O dispositivo para regular o movimento baseado em gás era muito perigoso. Na história, houve casos registrados quando uma lanterna de gás explodiu e se tornou a causa da mutilação de policiais que controlavam os semáforos. Portanto, no início do século XX, apareceram modelos de semáforos automáticos. Nem todos os dispositivos estavam confortáveis. Por exemplo, em uma delas as palavras foram escritas sobre quais drivers deveriam ter adivinhado. Em outros casos, o dispositivo tinha as duas cores usuais, mas era controlado por um policial à distância. Foi então que a flecha verde foi usada para girar à esquerda.

A primeira luz elétrica foi instalada na América nos anos vinte do século passado. Ele tinha três cores e trabalhava no princípio da prioridade.

Semáforos na URSS

Até a década de trinta, não havia semáforos nas estradas da URSS. O primeiro dispositivo foi instalado em Leningrado e se espalhou gradualmente para as cidades do país. O semáforo tinha duas cores, localizadas de maneira diferente do que agora. Somente nos anos sessenta foram adotadas regras internacionais que regulam a produção e a aparência dos semáforos.

Semáforos do carro

Apesar do fato de que agora existem mais de nove tipos de dispositivos que regulam o fluxo de tráfego, os mais famosos e a demanda são semáforos de automóveis. Eles podem ser horizontais e verticais, e também têm duas ou três cores. A cor amarela em alguns casos é permitida para substituir com laranja, que pode ser visto na maioria dos semáforos russos.

Os semáforos do automóvel também regulam o movimento dos pedestres, se não houver outros dispositivos no cruzamento. Na maioria das vezes tem três partes de sinal redondo, mas alguns modelos são complementados com uma placa de luz com um relatório de tempo e seções onde uma seta verde é retratada.

Sinais de semáforos

Os sinais de trânsito são uniformes em todo o mundo. Suas designações foram ensinadas desde a infância:

  • A cor vermelha proíbe a viagem;
  • O amarelo é proibitivo, mas permite viajar em caso de travagem de emergência;
  • O sinal verde permite o movimento na direção especificada.

Em alguns casos, o sinal amarelo acende-se simultaneamente com vermelho e indica que o semáforo verde em breve irá ligar.

A flecha verde – o que é isso?

Com o aumento do número de carros, tornou-se necessário criar semáforos com seções adicionais. Eles são colocados nas interseções mais movimentadas e mais complexas da cidade. Os drivers experientes não são difíceis de lidar com todas as sutilezas do movimento, quando a seta verde está ligada. Mas é difícil para os iniciantes entender quando é possível começar a se mover na direção, e quando o sinal verde deve estar aguardando as setas.

Todos esses orientadores da sabedoria estudam antes de obter o direito de dirigir. Mas os casos são completamente diferentes. Por exemplo, você obteve os direitos em uma pequena cidade, onde eles dirigiam seu relógio principal. Em tais assentamentos praticamente não há nenhuma encruzilhada onde a flecha verde no semáforo causa dificuldades de compreensão. Mas quando se desloca para uma cidade maior, um motorista que se considera plenamente experiente pode enfrentar problemas e criar situações de emergência nas estradas.

O que a seta verde significa?

Um sinal verde indica uma resolução de movimento, mas no caso do movimento de várias pistas, um desses sinais é pequeno. Portanto, havia uma seção separada, onde uma seta verde foi aplicada.

Se você ver esse semáforo, observe que o sinal verde é apenas permissivo na direção em que não há uma seta. Se a seta verde se acender na direção que você precisa, e o verde principal ainda não acendeu, então o movimento pode começar. Regras você não quebra isso.

A maneira mais fácil de navegar é quando a seta verde está apontando para a direita. Nessa direção, o turno causa a menor dificuldade, e esta seção queima quase sempre. Isso significa que, independentemente dos sinais básicos do semáforo, sempre é permitido o turno para a direita. Em alguns casos, a flecha verde apontando para a curva direita se desliga periodicamente. Mas sempre acende alguns segundos antes do verde principal.

A flecha verde apontando para a curva esquerda torna mais fácil mover-se em várias interseções. Isso significa que o motorista pode iniciar a manobra somente depois que aparece no placar. E, tendo saído para o cruzamento, o motorista deve ignorar todos os carros que viajam diretamente do lado oposto. E só depois disso terminar sua manobra.

A flecha verde conduz diretamente à perplexidade de muitos drivers. Afinal, a passagem para o sinal de trânsito verde sempre é permitida diretamente. Sim, sim, mas essa seta tem suas próprias características. Se você planeja fazer uma curva à esquerda, mas no semáforo, apenas duas direções estão piscando, apontando diretamente e para a direita, isso significa que a virada é para a esquerda neste cruzamento. Você precisa encontrar outra maneira de chegar ao lugar certo.

Além disso, a flecha verde é diretamente indicativa da falta de vantagem de movimento. Ou seja, você pode dirigir na direção certa, mas em uma situação controversa, dê lugar a outros motoristas. Este é um deve saber para evitar acidentes.

Um carro é apenas um dispositivo para movimento, pode ser novo ou não muito, mas é sempre conduzido pelo driver. O conhecimento e as habilidades obtidas na escola de condução dependem da segurança de si mesmo e de outros participantes no movimento. E como os semáforos têm sido os dispositivos mais familiares e necessários em nossas estradas, todas as pessoas que têm o direito de conduzir um veículo devem ler corretamente seus valores.