404 Shares 8674 views

Líquido de semente: composição, cor, função e quantidade normal

O líquido seminal, ou plasma, é a substância produzida pelas vesículas seminais e a secreção da próstata. Juntamente com os espermatozóides, este segredo se transforma em sêmen.


Produção e função principal do líquido seminal

A principal função do líquido seminal é criar um meio nutritivo para proteger milhões de espermatozóides, que, em última instância, precisam alcançar seu objetivo principal – sobreviver na vagina e chegar ao ovo. Como resultado, pode-se dizer que o fluido seminal é o segredo do próprio esperma, que é produzido à medida que passa pelo canal deferente dos testículos ao pênis. Após a mistura, ambas as substâncias formam um fluido ejaculatório, que é ejetado através da abertura no pênis.

Para proteger e proteger os espermatozóides do ambiente ácido da uretra, imediatamente antes da ejaculação, uma secreção adicional produzida pela glândula Cooper é secretada. A coisa é que a secreção e a micção de um esperma de um homem são feitas através de um canal e para proteger os espermatozóides de uma verdadeira morte, é produzida uma pequena quantidade de segredo neutralizante.

Composição do líquido seminal

Spermoplasma, que é parte do esperma em si, é único em sua composição. Inclui uma grande quantidade de compostos químicos específicos que ocorrem em um volume muito menor e em outros tecidos do corpo humano. A composição complexa do líquido seminal é um conjunto de proteínas, carboidratos, gorduras e enzimas, bem como hormônios e outras substâncias não menos necessárias.

Se considerarmos o espermaplasma com mais detalhes, então, seu principal componente é, é claro, a água. Também é necessário ter polissacarídeos simples que fornecem esperma com energia durante a longa viagem ao ovo e álcalis, que neutraliza a acidez da vagina e da uretra. Outro fluido seminal consiste em substâncias semelhantes a hormônios que levam a uma redução nas trompas de Falópio e no útero e ajudam os espermatozóides a alcançar seu objetivo mais rapidamente. Como suplemento obrigatório no plasma seminal contém colesterol, zinco e vitamina C.

Cor do semenoplasma

A cor do fluido seminal normalmente pode variar de creme rico em leite leitoso a rico. Em palavras simples, o esperma de um homem saudável deve ser perolado, mas, às vezes, suas máscaras não correspondem aos padrões exigidos. Por exemplo, independentemente da intensidade da atividade sexual, o esperma pode ser transparente, o que geralmente é o primeiro sinal de infertilidade masculina. Se o espermaplasma ficar rosa, significa que uma impureza de sangue apareceu, o que pode ser um sinal de inflamação da uretra ou da próstata. Com qualquer doença infecciosa do escroto ou vesículas seminais, o esperma pode ficar amarelo sujo ou até esverdeado. Uma atenção especial é dada ao sêmen marrom, que geralmente se torna a partir da mistura de sangue antigo. Mais frequentemente, essa cor do líquido do "homem" pode testemunhar o desenvolvimento de patologias e doenças muito graves.

Em qualquer caso, se a cor do fluido do pénis estiver longe do líquido perolado, vale a pena contactar imediatamente o conselheiro para obter conselhos.

Quantidade normal de fluido ejaculatório

Em um homem saudável, uma média de 3 a 5 ml de plasma seminal deve ser produzida durante a ejaculação. Neste caso, se durante um certo período de tempo a ejaculação não ocorreu, então, após essa "estagnação", o líquido seminal deve ser produzido em uma quantidade acelerada. Além disso, um aumento no volume de "suco masculino" pode ser afetado por um longo prelúdio, o que estimula a prontidão do corpo por algum tempo. Por sinal, apesar do fato de que há açúcar no líquido seminal, a própria ejaculação não pode ser chamada de calorias. Cada porção de esperma produzida pelo orgasmo não contém mais de 25 calorias.

Disfunção da produção de esperma

Em alguns casos, o esperma de um homem pode ser produzido em menor quantidade ou desaparecer completamente. Essa violação é causada por uma série de fatores, que precisam ser discutidos com mais detalhes. A falta completa de líquido seminal pode ser causada pelo aumento do peso corporal, falhas hormonais no corpo, febre e doenças venéreas. Este resultado é um sinal muito sério do mau funcionamento do sistema reprodutor masculino, por isso é melhor discutir este sintoma o mais rápido possível com o seu médico.

No final, para sentir um homem de pleno direito em todos os sentidos desta palavra, é importante monitorar todas as mudanças no corpo. O fluido de sementes sempre será normal, se, em primeiro lugar, haverá um modo de vida correto, contracepção e checagem atempada do especialista que o acompanha.