260 Shares 6032 views

Cessação de direitos parentais da mãe – como e para que

sociólogos modernos têm notado que o número de divórcios está aumentando, ea presença ou ausência de filhos que uma família não pode fortalecer a cada ano que passa. Talvez isso se deva a mudanças na privacidade dos casais, como mais e mais mulher forçado ou deliberadamente mudança de papéis com um homem, e nem todo mundo gosta. Tentativa de "dividir" a criança é uma das disputas mais comuns em divórcio, no entanto, a privação dos direitos dos pais da mãe geralmente leva menos de um pai.


Por alguma razão hoje estão privados dos direitos dos pais

Após o divórcio, na maioria dos casos, a criança permanece com a mãe como um moderno direito civil diz que é mais capaz de cuidar dele e trazer a atenção pagando digno para ele mais. Isso é parcialmente verdadeiro, porque as mulheres psicologicamente são mais propensos bebê mais perto, não a sua própria, mesmo se o marido favorito. Para entender, o que privou dos direitos dos pais, em contato com o Código da Família. Ele detalha as todas as possíveis razões para este ato.

Em condições modernas de privação de direitos parentais da mãe ocorre, se não pegar o seu filho do hospital ou outra instituição para crianças com orientação médica, no prazo de seis meses, mas só se não fosse por estas razões convincentes e justificáveis . Em conta, e as condições materiais de mulheres podem tomar, e sua idade. Também deve-se ter em mente que, neste caso, a mãe não deve cuidar da criança e não para mostrar-lhe toda a atenção, em outras circunstâncias, a privação dos direitos dos pais da mãe não pode ser.

O mais comum e a razão mais "social" para a privação de direitos da criança, nas condições atuais é maus-tratos, a incapacidade de realizar a sua parentalidade direta, nódoas negras ou abuso emocional. Se um dos pais tenha cometido um crime doloso contra a criança, então ele também será privado de direitos a ele. O mesmo se aplica a mendicidade forçada ou vadiagem, quaisquer outros tipos de exploração infantil.

O direito moderno também acredita que é inaceitável Crianças alcoólatras crônicos ou viciados em drogas, para que a pessoa que está constantemente abusar de tais substâncias são separadas do processo de educação e formação do indivíduo.

A ordem de consideração do caso

Pensando em como ser privado dos direitos dos pais da mãe, você deve entender que isso pode ser feito apenas por um tribunal. Pode requerer ao tribunal qualquer um dos pais da criança, seu tutor ou representante das instituições de saúde das crianças. Na verdade participa necessariamente autoridade de tutela, que deve estabelecer a verdadeira situação na família e, se necessário, para atrair os policiais para verificar alguns fatos. A teoria é que a criança também pode expressar sua opinião, mas se isso seria contrário aos benefícios potenciais para a criança, é levado em conta, não vai.

efeito

Cessação de direitos parentais da mãe é sua incapacidade de tomar qualquer decisão para determinar a criança, por exemplo, para escolher a sua residência. No entanto, a mãe é obrigada a ter seus próprios filhos, mesmo que ela não participa na sua educação. Ela pode fazê-lo voluntariamente, ou responsável pode coletar apoio à criança através de um tribunal, como a mãe é privado do direito de herdar depois de seu filho.

Acredita-se que qualquer pai que tenha sido privado dos direitos à educação, tem o direito de restaurar seus direitos em tribunal, mas o tribunal por uma boa razão dessa necessidade. Um pai é obrigado a provar que não é um estilo de vida anti-social, tem bastante riqueza e local de residência, terminou com vícios especiais como o álcool ou as drogas.